Portal UFES

Subscrever feed Portal UFES
Atualizado: 3 horas 2 minutos atrás

Prazo de inscrição em concurso para servidores técnico-administrativos vai até 7 de julho

sex, 14/06/2019 - 18:51

Estão abertas, até 7 de julho, as inscrições para o concurso que selecionará servidores técnico-administrativos para a Ufes, em níveis médio e superior. Serão ofertadas 17 vagas, sendo 15 para candidatos da ampla concorrência, uma para aqueles que optarem por concorrer pelas cotas para pessoas negras e uma para candidatos com deficiência. Haverá também formação de cadastro de reserva para cada uma dessas categorias. Os interessados podem se inscrever no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (progep.ufes.br). Será cobrada taxa de R$ 90 para os cargos de nível médio e de R$ 130 para os de nível superior.

Esta e outras matérias são destaque da edição 544 do jornal Informa. Clique no link e acesse o jornal na íntegra.

Para os campi localizados em Vitória, haverá seleção para os cargos de assistente em administração (6 vagas), técnico de laboratório/área Biologia (1), técnico de laboratório/área Física (1), técnico em contabilidade (1), engenheiro fl orestal (1), jornalista (1), e médico/medicina intensiva (1). Já para o campus de Alegre, as oportunidades são para os cargos de bibliotecário documentalista (2 vagas) e engenheiro agrícola (1); e para o campus de São Mateus, a seleção será para os cargos de técnico de laboratório/área Biologia (1) e técnico em contabilidade (1).

Esse concurso terá peso diferenciado entre os núcleos de conhecimento da prova, com as questões específicas valendo o dobro da pontuação do conteúdo geral. “Após a decisão de tornar as provas de concurso menos extensas, com 40 questões ao invés de 60, verifi camos também a necessidade de dar um peso maior para as questões do núcleo de conhecimentos específicos, o qual abrange os assuntos que o profissional vai lidar no dia a dia do trabalho na Universidade”, explica a diretora do Departamento de Gestão de Pessoas (DGP), Josiana Binda.

Verificação

O concurso contará também com uma comissão de verificação para os que concorrerem às vagas reservadas a pessoas negras, que utilizará critérios fenotípicos para validar ou não a autodeclaração dos candidatos. O procedimento de heteroidentificação da autodeclaração étnico-racial será feito antes da divulgação do resultado final. Aquele que não comparecer na data e no local especificado na convocação ou comparecer e não tiver confi rmada a autodeclaração será eliminado do concurso público.

A carga horária de trabalho será de 20 horas semanais para o cargo de médico, 25 horas para o cargo de jornalista e de 40 horas para os demais cargos. O período de permanência mínima nas localidades de Alegre e de São Mateus será de dez anos, exceto para os casos de remoções no interesse da Administração (ex officio) ou aprovação em processo de remoção interna. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Mais informações: progep.ufes.br.

Texto: Nábila Corrêa
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: Manchete

Palestras orientam sobre redação de projeto de pesquisa e de artigo acadêmico. Inscrições abertas

sex, 14/06/2019 - 17:12

Na próxima terça-feira, 18, serão promovidas duas palestras no campus de Goiabeiras, em Vitória, com o objetivo de proporcionar conhecimento e informações sobre projetos de pesquisa e artigos científicos. Ambas são voltadas para a comunidade acadêmica, especialmente professores e estudantes de pós-graduação, e ocorrerão no auditório do Centro de Ciências Exatas (CCE). Não é necessário fazer inscrição prévia.

A primeira palestra, A arte de escrever e aprovar projetos de pesquisa, terá início às 13h53 e será ministrada por Carlos Afonso Nobre, pesquisador da área de Estudos Climáticos e ex-presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Na sequência, às 15h10, o professor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e do Programa de Pós-Graduação em Química da Ufes Wanderson Romão abordará o tema A arte de escrever e publicar artigos científicos.

As palestras, que já foram realizadas no campus de São Mateus, em 26 de abril, também serão ministradas no campus de Alegre, no dia 3 de julho, e no campus de Maruípe, em 29 de agosto.

O evento, com três horas no total, é realizado pelo Departamento de Pesquisa da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.
 

Texto: Nábila Corrêa
Edição: Thereza Marinho

 

 

 

 

 

Categoria: EventoManchete

Livro sobre história dos jesuítas no Espírito Santo é lançado no Cine Metrópolis

sex, 14/06/2019 - 16:53

O Cine Metrópolis, no campus de Goiabeiras, será palco do lançamento do livro O colégio e as residências dos jesuítas no Espírito Santo, obra reeditada, escrita por José Antônio de Carvalho na década de 1980. O evento acontecerá na próxima segunda-feira, 17, às 19 horas, com entrada gratuita.

Na publicação, que terá alguns exemplares distribuídos gratuitamente no dia do lançamento, Carvalho faz um estudo sobre cinco conjuntos arquitetônicos, erguidos pelos jesuítas no Espírito Santo no período colonial, e o papel desempenhado pelos discípulos de Inácio de Loyola. O livro trata, assim, da passagem dos jesuítas em terras capixabas e da própria história do estado.

A obra é rica em documentos, referencial bibliográfico, fotografias, cartas, mapas e plantas arquitetônicas dos monumentos realizadas pelo próprio autor, que atuou como representante do escritório técnico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) entre 1978 e 1983. Foi durante esse período que Carvalho produziu os desenhos e as informações que, posteriormente, foram reunidos e compilados neste livro, considerado, por muito tempo, obra de referência na área da arquitetura jesuítica no Brasil.

A nova edição de O colégio e as residências dos jesuítas no Espírito Santo foi realizada pelo Iphan em parceria com a Secretaria de Cultura da Ufes e com a Editora da Ufes (Edufes).

 

Texto: Adriana Damasceno, com informações da assessoria do Iphan
Edição: Thereza Marinho

Categoria: EventoManchete

Pó preto é tema de exposição fotográfica na Biblioteca Central

sex, 14/06/2019 - 16:46

Tendo como tema o minério de ferro que recai sobre as areias da praia de Camburi, em Vitória, a jornalista e fotógrafa Zélia Siqueira inaugura, nesta segunda-feira, 17, a mostra Quanto Vale ou é em pó, na Biblioteca Central, no campus de Goiabeiras. A abertura acontece às 19 horas, contando com a presença da artista e do curador da exposição, o francês radicado no Espírito Santo Gilbert Chaudanne. A entrada é gratuita.

Durante a abertura da exposição, o artista Emmanuel 7Linhas e o grupo Corpocêntrica executarão a performance Yemonjá de Minério. Já para o dia 25 de julho, está agendada uma visita dos alunos surdos da Escola Especial de Educação Oral e Auditiva, de Vitória.

A ideia da expositora é criar uma reflexão no público acerca da relação entre o meio ambiente e a emissão de poluentes de minério de ferro na atmosfera. “Esse produto é inalado pelos seres humanos e por outros animais. Além disso, há os impactos dessas partículas na baía de Vitória. Se o minério tem um valor que sobrepôs a vida humana, quanto vale a vida?”, questiona Zélia.

A fotógrafa, então, recorreu à linguagem fotográfica para expressar seus sentimentos, sensações, inquietações e indagações diante desse cenário. “São fotografias que primam por uma linguagem estética para exibir a estampa negra azulada na areia de Camburi, adentrando as águas do mar”, explica ela.

Para Zélia, suas obras não têm só a beleza estética, servindo, sobretudo, como um clamor pela vida: “A ideia é ressuscitar a urgência de falar daqueles que partiram por causa dos crimes ambientais, como em Mariana e em Brumadinho, e lembrar a probabilidade de novas ocorrências”.

O curador Chaudanne, que é pintor e escritor, vê a artista como alguém inquieta e observadora, que não deixa nada passar despercebido. “O bom fotógrafo é aquele que é capaz de ver a eternidade embutida no tempo, que pode ser lama ou flores. A artista Zélia Siqueira faz isso com muita agudez no olhar”, define ele.

Séries

As fotografias da exposição estão classificadas em séries. A primeira é a série azul, que apresenta obras que, segundo Chaudanne, parecem com algo abstrato e não natural. A série dois é composta de fotografias nas cores azul-cinza e ocre, percorridas com linhas que podem lembrar uma rede hidrográfica.

Já a série três apresenta um novo dado cromático, com o preto-branco ou o branco e prata com preto azulado, além de um homem que aparenta estar olhando para o escuro absoluto da noite. “O homem nasceu da noite? Ele olha para ela como sua mãe já indo embora?”, questiona o curador.

A série quatro remete ao poema A Terra Desolada, do poeta inglês T.S. Eliott, tratando do depois do luto, da desertificação, do renascimento da vegetação e das cores. “Aqui, vemos folhas, algumas nítidas, outras turvas, como se houvesse ainda um espaço para o princípio da incerteza de nossa compreensão do mundo. O céu também já aparece, e não só a terra”, explica.

“Penso que uma exposição desse tipo mostra que a fotografia não é fadada a um realismo, tipo de testemunho de alguma coisa, mas pode muito bem aceder a uma visão do mundo, tornando-se autorreferencial”, conclui Chaudanne.

A mostra Quanto Vale ou é em pó fica na Biblioteca Central até o dia 31 de julho. O público pode visitar a exposição de segunda a sexta-feira, das 7 às 21 horas, e aos sábados, das 7 às 13 horas.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: EventoManchete

Filmes do Brasil e da França são os destaques da semana no Cine Metrópolis

sex, 14/06/2019 - 16:37

O Cine Metrópolis (campus de Goiabeiras) preparou uma programação de estreias para a semana de 13 a 19 de junho. Os filmes franceses Memórias da Dor (foto) e Praça Pública se juntam ao brasileiro Rindo à Toa – Humor sem limites, compondo as novidades que entram em cartaz. Beatriz, outro longa nacional, continua na programação.

Os ingressos para os filmes podem ser adquiridos na bilheteria do cinema por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Estudantes da Ufes têm entrada gratuita.

Confira a programação completa.

Memórias da Dor (14 anos)

Drama psicológico francês dirigido por Emmanuel Finkiel, o filme conta a história de uma mulher que aguarda pelo retorno de seu marido ou pela notícia da morte dele.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a jovem escritora Marguerite Duras tem seu marido, uma grande figura da resistência, capturado em Paris pela Gestapo. Ao buscar mais informações sobre o paradeiro do homem, ela acaba se tornando uma espiã ao se aproximar de Rabier, informante local que passa a se interessar pela moça.

Memórias da Dor é o candidato da França na disputa pelo Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Sessão: sábado, 15, às 18h.

Rindo à Toa – Humor sem limites (14 anos)

O documentário é dirigido por Cláudio Manoel, Álvaro Campos e Alê Braga, que analisam a produção de humor no Brasil a partir da reabertura política, de 1988 até os anos 2000. O longa reúne os principais ícones do humor brasileiro da época, trazendo uma investigação de como a liberdade de expressão impactou o conteúdo do humor no país.

O filme apresenta diferentes pontos de vista do que foi o humor brasileiro no início dos anos 1980, caminhando pelos anos seguintes de acordo com a carreira de cada um. No elenco, nomes como Regina Casé, Miguel Falabella, Laerte, Andréia Beltrão e Daniel Filho.

Sessões: sexta-feira, 14, às 18h20; segunda-feira, 17, às 18h20; e quarta-feira, 19, às 18h20.

 

Praça Pública (14 anos)

Comédia francesa que conta a história de Castro, um famoso apresentador de tevê, cujo sucesso ficou no passado. Quando sua produtora Nathalie se muda para o interior, ele vai parar em uma festa de abertura da casa junto com sua filha, sua ex-mulher, a atual namorada e uma porção de excêntricos convidados.

A direção é de Agnès Jaoui.

Sessões: sexta-feira, 14, às 16h e às 18h20; sábado, 15, às 16h; domingo, 16, às 20h; segunda-feira, 17, às 16h30 e às 20h; terça-feira, às 16h30; e quarta-feira, 19, às 16h30 e às 20h.

Beatriz (16 anos)

Com Marjorie Estiano e Sérgio Guinzé no elenco, o longa de Alberto Graça retrata a relação de dependência da jovem advogada Beatriz, que se muda com o marido, o escritor Marcelo, para Lisboa com a intenção de ajudá-lo a escrever seu novo livro.

A história do livro gira em torno de ciúme e obsessão e, para ativar a veia criativa do marido, Beatriz se coloca em situações de risco para construir uma personagem feminina e opta por uma vida dupla que inclui drogas e relações sexuais extraconjugais com homens e mulheres desconhecidos.

Sessões: sexta-feira, 14, às 14h; domingo, 16, às 16h; e terça-feira, 18, às 18h20.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: Destaque

Universidade austríaca manifesta interesse em abrir escritório internacional na Ufes

qui, 13/06/2019 - 18:46

O reitor Reinaldo Centoducatte (na foto, ao centro) recebeu na tarde desta quinta-feira, 13, os professores Holger Ott e Riuaz kharrat da universidade austríaca Montanuniversität Leoben. Eles vieram à Ufes com o objetivo de estudar a possibilidade de ampliar a cooperação técnica existente entre as duas instituições desde 2018. A universidade austríaca estuda a possibilidade de instalar um escritório internacional na Ufes.

“Discutimos formas de fortalecer os convênios existentes para que mais estudantes da Ufes possam fazer intercâmbios no exterior e para que a Ufes também possa receber mais estudantes austríacos”, explicou o professor do Departamento de Engenharias e Tecnologia (Detec) do campus de São Mateus Andreas Nascimento, que acompanhou o encontro e já realizou visitas técnico-científicas a instituições de ensino superior da Áustria e da Itália.

Na quarta feira, 12, os representantes da Montanuniversität Leoben também visitaram o campus da Ufes em São Mateus, onde conheceram principalmente os trabalhos desenvolvidos na área de petróleo.

 

Texto: Thereza Marinho, com a colaboração de Danielle Gonçalves (estagiária de Comunicação)
Foto: Danielle Gonçalves

Categoria: Manchete

Congresso Nacional negocia liberação de R$ 2,5 bi para a Educação

qui, 13/06/2019 - 16:03

Desde maio, o Brasil tem vivido uma onda de manifestações da sociedade civil contrária ao corte de 30% no orçamento das universidades. Também se manifestaram contra o contingenciamento entidades como Ministério Público Federal, Ordem dos Advogados do Brasil, Assembleias Legislativas Estaduais, entre outras. O bloqueio desses recursos inviabiliza o funcionamento das instituições públicas em curto prazo.

Deputados e senadores de todos os partidos, muitos que compõem a Frente Parlamentar Pela Valorização das Universidades Federais, negociaram com o Governo Federal a liberação dos recursos para a Educação Pública que estão travados desde o anúncio do bloqueio orçamentário anunciado no mês passado pelo ministro da Educação Abraham Weintraub.

Após as negociações, o governo anunciou, por meio da líder no Congresso, deputada Joice Hasselmann, que serão liberados R$ 1 bilhão suplementar, além de R$ 1,5 bilhão da reserva de contingência para a Educação, e mais R$ 330 milhões para bolsas de pesquisa científica, além de garantir, no Plenário da Câmara dos Deputados, que “o governo não deixará faltar recursos para as universidades e institutos federais em 2019”.

O destrave dos recursos ocorreu após o governo fechar acordo com os parlamentares para a aprovação do PLN 4/2019, que garante orçamento para programas sociais e aposentadorias.

A diretoria da Andifes manteve interlocução constante com os líderes partidários, auxiliando com dados e buscando apoio junto às bancadas estaduais para viabilizar o acordo. Da mesma forma, os reitores também mantiveram contato com os representantes de seus estados.

Embora devamos comemorar essa vitória, é necessário que os brasileiros continuem mobilizados para que seja autorizada, pelo Governo Federal, a execução orçamentária total dos recursos previstos na Lei Orçamentária para o exercício de 2019 para a Educação.

Reunião com o ministro

A Frente Parlamentar pela Valorização das Universidades Federais (foto) reuniu-se nesta quarta-feira, 12, com o ministro da Educação para tratar sobre o contingenciamento nas universidades federais.

O ministro assegurou que o acordo estabelecido no dia 11, na Comissão Mista de Orçamento (CMO) entre a oposição e a liderança do governo no Congresso Nacional, será cumprido e que não faltarão recursos para as universidades. O acordo destina para a educação recursos da ordem de R$ 1 bilhão que atualmente estão contingenciados, além de R$ 330 milhões para bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Weintraub insistiu que a situação de cada universidade seja debatida individualmente e, por isso, convidou as bancadas estaduais para tratar sobre o assunto e a respeito de projetos que, segundo ele, já estão em andamento no ministério.

A frente parlamentar e os reitores também reiteraram ao ministro a importância da nomeação dos primeiros nomes das listas tríplices encaminhadas pelas universidades ao MEC.

Estiveram presentes as deputadas Margarida Salomão, Alice Portugal, Erika Kokay, e a diretoria da Andifes, composta pelo presidente e reitor da Ufes Reinaldo Centoducatte, pelos reitores Edward Madureira (Federal de Goiás), Guida Aquino (Federal do Acre), Cleuza Dias (Federal do Rio Grande), João Carlos Salles (Federal da Bahia) e pelo secretário executivo Gustavo Balduino.

Texto e foto: Assessoria da Andifes

 

Categoria: Manchete

Ufes abre 150 vagas para especialização a distância em Gestão da Saúde

qua, 12/06/2019 - 17:28

A Secretaria de Educação a Distância (Sead) da Ufes abriu inscrições, até 3 de julho, para o curso de especialização em Gestão da Saúde, com carga horária de 420 horas. O público-alvo da seleção são os egressos de curso superior que exercem atividades em órgãos públicos de saúde. Serão ofertadas, ao todo, 150 vagas para os polos de Cachoeiro do Itapemirim, Iúna, Montanha, Santa Leopoldina e Vitória, sendo 30 vagas em cada um.

Os interessados deverão preencher o formulário de inscrição on-line disponibilizado na página da Sead (clique aqui). Depois devem imprimi-lo e encaminhar este e os demais documentos exigidos, por Sedex, à Secretaria de Educação à Distância (Sead), localizada no campus de Goiabeiras, ou entregar pessoalmente a inscrição na Sead ou no polo para o qual está concorrendo, observando o horário de funcionamento de cada setor.

Dentre os pré-requisitos, os candidatos deverão ter interesse nas temáticas do curso e familiaridade com o uso de computadores e internet. Os selecionados deverão ter disponibilidade para realizar dez horas de estudos por semana. Além disso, deverão realizar, no mínimo, quatro horas de navegação on-line semanalmente, para participar de discussões; e desenvolver outras atividades encaminhadas pelos tutores a distância e presenciais. Os encontros presenciais nos polos ocorrerão quinzenalmente.

A relação dos documentos necessários para a inscrição, os endereços da Sead e dos polos, os critérios de pontuação, entre outras informações podem ser obtidas no edital anexado abaixo e no endereço sead.ufes.br/. Dúvidas podem ser tiradas pelo e-mail gestaosaudeead [at] gmail.com ou por telefone, nos números 4009-2097/2091/2208.

 

Texto: Nábila Corrêa
Edição: Thereza Marinho

Categoria: EditalMancheteAnexo:  edital_curso_especializacao_em_gestao_da_saude_ead.pdf

Núcleo de Línguas da Ufes inicia a Semana de Língua Portuguesa

qua, 12/06/2019 - 17:15

O Núcleo de Línguas da Ufes promove, a partir desta quarta-feira, 12, a Semana de Língua Portuguesa. Com o objetivo de explorar os cenários de ensino de português como língua estrangeira, o evento contará com exposições, aulas abertas (para estrangeiros e brasileiros), sessões temáticas e informações sobre o Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras).

A programação da Semana vai até a próxima quarta-feira, 19, e é aberta a toda a comunidade acadêmica e a pessoas interessadas. Estudantes da Ufes que participarem das sessões temáticas receberão certificado.

Realizada anualmente pela equipe de Português para Estrangeiros do Núcleo de Línguas, a Semana de Língua Portuguesa conta com a parceria do Grupo de Trabalho de Português como Língua Estrangeira (GTPUfesPbLE).

Confira a programação completa em nucleodelinguas.ufes.br/.

 

Texto: Nábila Corrêa
Edição: Thereza Marinho

Categoria: EventoManchete

Sai a lista dos candidatos classificados no Processo Seletivo de Vagas Surgidas 2019

qua, 12/06/2019 - 15:36

A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) publicou a classificação final dos candidatos que concorreram ao Processo Seletivo de Vagas Surgidas 2019 (PSVS) nas modalidades Remoção e Reopção de Curso. O edital com a listagem está disponível no endereço eletrônico ps.ufes.br/conteudo/psvs-remocao-e-reopcao-2019.

Todos os classificados devem realizar a Manifestação de Interesse Obrigatória até o dia 14 de junho por meio do link sistemasweb.ufes.br/prograd/mio/

A listagem dos candidatos com direito a matrícula será publicada na segunda-feira, 17 de junho.

A prioridade das vagas ofertadas no PSVS é para os estudantes inscritos para remoção e reopção em áreas afins, definidas no edital publicado pela Pró-Reitoria de Graduação. Os candidatos são classificados com base no Coeficiente de Rendimento Normalizado (CRN). Em caso de empate, será classificado o candidato com maior idade.

As vagas que restarem, após a matrícula, serão consideradas para seleção nas modalidades Novo Curso e Transferência, que, a partir deste ano, levarão em conta o resultado obtido no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), nas edições a partir de 2009. A previsão é que o edital para essa seleção seja publicado em outubro de 2019.

Texto: Thereza Marinho

Categoria: EditalManchete

Encontros para formação docente prosseguem neste mês de junho

qua, 12/06/2019 - 15:06

A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) dá prosseguimento, neste mês de junho, aos Encontros Formativos de Professores da Ufes. No dia 11, o encontro reuniu professores do Centro de Artes (foto). Já nesta quarta, 12, os docentes do Centro de Ciências Humanas e Naturais participaram da formação. O próximo encontro está agendado para o dia 26 de junho e reunirá os professores do Centro Tecnológico.

Os encontros são promovidos pelo Departamento de Desenvolvimento Pedagógico (DDP/Prograd) em parceria com o Núcleo de Apoio ao Docente (NAD) e a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progep).

Temas abordados

Os encontros tiveram início no mês de março e, para cada um dos centros de ensino, foram agendados dois encontros de formação docente, sendo uma atividade programada no primeiro semestre e outra no segundo semestre letivo.

Os temas abordados neste semestre abrangem discussões sobre a docência no ensino superior, promovendo reflexões didático-pedagógicas e estimulando a construção de práticas de ensino inovadoras. Os encontros também abrangerão assuntos específicos, voltados às necessidades de cada centro de ensino.

Texto: Thereza Marinho
Foto: Equipe Prograd

 

Categoria: Manchete

Audiência pública reúne comunidade universitária e sociedade em geral no Teatro Universitário

ter, 11/06/2019 - 17:44

Cerca de 400 pessoas participaram nesta segunda-feira da Audiência Pública em Defesa da Ufes e do Ifes: impactos do corte de verbas, organizada pelo Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF-ES) e pelos comitês criados nas duas instituições federais de ensino, com a participação das entidades representativas dos professores, dos servidores técnico-administrativos e dos estudantes: o Comitê em Defesa da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e o Comitê em Defesa do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

O evento, aberto ao público, foi realizado no Teatro Universitário, no campus de Goiabeiras, e teve início por volta das 16h30 com uma apresentação do reitor da Ufes, Reinaldo Centoducatte (foto), e do Ifes, Jadir Pela, sobre a conjuntura atual e uma avaliação dos impactos provocados pelos cortes orçamentários.

O evento também foi transmitido pela internet, sob a coordenação da equipe da Secretaria de Ensino a Distância da Ufes (Sead), o que possibilitou a participação do público presente nos campi do Ifes no interior e nos polos de Educação a Distância da Ufes.

A audiência pública contou com a presença do deputado federal Helder Salomão, além de representantes de sindicatos e movimentos estudantis da Ufes e do Ifes.

Entre os principais questionamentos apresentados pelo público estavam dúvidas sobre o pagamento de despesas para a manutenção do funcionamento das instituições (água, luz, segurança, etc), de auxílio estudantil e de bolsas de pesquisa e extensão.

Texto: Thereza Marinho
Foto: Danielle Gonçalves (estagiária de Comunicação)

 

Categoria: EventoManchete

Biblioteca Central abre exposição de fotografias de David Protti

ter, 11/06/2019 - 17:35

“A exposição é resultado de um trabalho com a proposta de mostrar a cidade de Vitória por meio da fotografia e, ao revelar a paisagem do lugar, ajudar na formação e na consolidação da sua identidade”. Assim o fotógrafo e professor aposentado da Ufes David Protti define a exposição de fotografias Vitória Panoramada, aberta ao público na Biblioteca Central da Ufes, no campus de Goiabeiras.

São 24 fotografias que mostram paisagens captadas recentemente. A exposição está aberta de 11 de junho a 2 de agosto, e pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 7 às 21 horas; e aos sábados, das 7 às 13 horas. A entrada é gratuita.

O trabalho de David Protti é uma pesquisa de percepção visual que percorre diferentes cenários da capital capixaba e arredores. Por ângulos inéditos, Protti revela a baía, as enseadas, as praias, a Mata Atlântica, os morros, os mangues e diferentes elementos que constituem o patrimônio natural da cidade. O fotógrafo também expõe pontes, casarios históricos, praças, avenidas, monumentos e portos.

“São paisagens para serem apreciadas pela beleza e também para serem pensadas como referenciais importantes na construção da identidade local e da memória coletiva com variadas rubricas”, explica.

A exposição apresenta fotografias atuais e outras mais antigas que, captadas do mesmo ângulo e sobrepostas, revelam as transformações urbanas no decorrer do tempo. “A cidade é um organismo vivo e em constante  transformação, e as ações conservacionistas são essenciais para a preservação dos elementos naturais e históricos do meio ambiente”, assinala o fotógrafo.

Segundo Protti, o título Vitória Panoramada se refere ao formato fotográfico utilizado na exposição, que tem o retângulo mais alongado que o convencional, e tem também um sentido emocional simbólico: “É uma declaração de amor à cidade de Vitória por seus espaços e encantos”.

A exposição Vitória Panoramada tem apoio cultural da Lei Rubem Braga e patrocínio da Vale e da Ufes.

Texto: Luiz Vital
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: Manchete

Ufes convoca para matrícula os aprovados no Sisu 2019-2. Confira o edital

seg, 10/06/2019 - 21:22

A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) da Ufes publicou nesta segunda-feira (10) o edital 014/2019 de convocação para matrícula dos candidatos aprovados na chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o segundo semestre (2019-2). O edital de convocação com o nomes dos candidatos aprovados e todas as informações sobre o processo de matrícula, bem como a documentação necessária, está disponível no site www.sisu.ufes.br.

Os candidatos deverão, obrigatoriamente, realizar a Manifestação de Interesse Obrigatória e o envio da documentação de matrícula no período de 11 a 17 de junho de 2019, exclusivamente pelo endereço eletrônico http://www.sisu.ufes.br/manifestacao-de-interesse-obrigatoria-vaga. Ao final do procedimento, o candidato deverá imprimir o comprovante.

O ato de realização da Manifestação de Interesse Obrigatória assegura apenas a expectativa de direito à vaga ofertada, estando a matrícula definitiva condicionada ao comparecimento na confirmação de matrícula presencial e ao atendimento de todos os requisitos legais e regulamentares de ingresso na Ufes citados no edital nº 10/2019 (Edital de Regulamentação Sisu/Ufes/2019-2), publicado no dia 21 de maio de 2019, no site eletrônico www.sisu.ufes.br.

No total, a Ufes está ofertando 2.179 vagas em 55 cursos presenciais em todos os campi, sendo 1.084 para vagas destinadas à ampla concorrência e 1.095 para vagas do Sistema de Reserva estabelecido pelas leis nº 12.711, de 2012, e nº 13.409, de 2016, e suas alterações.

Texto: Thereza Marinho

Categoria: EditalManchete

Programa de Doutorado Acadêmico para Inovação (DAI) abre dez vagas. Inscrições até o dia 21

seg, 10/06/2019 - 11:57

O Programa de Doutorado Acadêmico para Inovação (DAI) está com inscrições abertas para dez vagas vinculadas aos programas de pós-graduação em Química, Engenharia Elétrica, Física, Engenharia Mecânica e Informática.

O DAI é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), direcionado a fortalecer a pesquisa, o empreendedorismo e a inovação, por meio do envolvimento de estudantes de doutorado em projetos de interesse do setor empresarial, mediante parceria com empresas, denominadas Empresas Parceiras. O propósito do DAI é contribuir para o aumento da capacidade inovadora, da competitividade das empresas e do desenvolvimento científico e tecnológico no país, ao mesmo tempo em que pretende fortalecer os Sistemas Regionais de Inovação.

Inscrições

Os interessados deverão apresentar diploma de pós-graduação stricto sensu ou ata de defesa pública de mestrado, até 21 de junho, na secretaria dos respectivos programas de pós-graduação (PPGs) ou enviar pelo e-mail informado no edital (anexado abaixo), para que o orientador faça a inscrição. Este indicará o tema ao qual o projeto de pesquisa se vincula e seu respectivo programa. Também é necessário apresentar carta de intenções referente à cooperação com a Empresa Parceira.

O processo de seleção será conduzido pelos PPGs aderentes ao DAI, sob supervisão da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG).

Os selecionados desenvolverão suas teses como estudantes regulares em um dos cursos de pós-graduação mencionados acima, recebendo orientação e coorientação acadêmica de docentes desses PPGs (do mesmo ou de outro curso, dependendo da afinidade temática), além da supervisão de um agente no âmbito da Empresa Parceira, à qual o projeto de doutorado estará obrigatoriamente relacionado. A expectativa é que, ao final do curso, além da produção científica, sejam gerados produtos ou processos inovadores que possam ser aplicados no setor empresarial público/privado capixaba.

Mais informações estão disponíveis no edital anexado abaixo e no site prppg.ufes.br.

 

Texto: Nábila Corrêa
Edição: Thereza Marinho

 

                                                                                          

Categoria: EditalMancheteAnexo:  edital_doutorado_academico_para_inovacao.pdf

Últimos dias de inscrição para oito programas de pós-graduação. Confira!

seg, 10/06/2019 - 11:36

Estão abertas, no mês de junho, mais de cem vagas para ingresso nos programas de pós-graduação da Ufes. São 88 oportunidades para mestrado, 20 para doutorado, além de 17 vagas para aluno especial do curso de mestrado em Ciência da Informação. Os selecionados ingressarão no 2º semestre letivo de 2019, exceto os do curso de mestrado em Economia que terão ingresso no 1º semestre de 2020.

Confira abaixo:

Educação Física

As inscrições para o curso de doutorado em Educação Física prosseguem até 12 de junho, na secretaria do Programa. Serão ofertadas 14 vagas. Além da conclusão do curso de mestrado e da proficiência em língua estrangeira, o candidato deverá ter pelo menos um artigo aceito ou publicado em periódico classificado como B5 ou superior no Webqualis da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), ano 2015 - área 21, livro ou capítulo de livro, sem limitação temporal.

Estrangeiros, exceto quando português for a língua oficial do país de origem, deverão apresentar ainda Certificado Celpe-Bras até a data da qualificação do projeto.

Ciência da Informação

O curso de mestrado do PPGCI divulgou processo seletivo para 17 vagas de aluno especial. As oportunidades estão distribuídas entre as disciplinas Representação da Informação e do Conhecimento, Imagem e Memória e Mediação Cultural e da Informação.

Os interessados poderão se inscrever, de 10 a 24 de junho, na Secretaria do Programa, no campus de Goiabeiras, ou pelos Correios, na modalidade Sedex. Será cobrada taxa de inscrição de R$ 50.

Doenças Infecciosas

O Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas (PPGDI) está com inscrições abertas para três processos seletivos. A seleção para o curso de mestrado ofertará 12 vagas, enquanto a de doutorado, para candidatos brasileiros, ofertará oito vagas. A seleção para estrangeiros contará com três oportunidades.

O público-alvo dos processos seletivos são os profissionais graduados nas áreas de Ciências da Saúde e Biológicas. Para os candidatos ao doutorado, exige-se ainda diploma de curso de mestrado reconhecido pelo órgão competente.

Os interessados podem se inscrever até 13 de junho. Os candidatos estrangeiros deverão se inscrever pelo e-mail processoppgdi2019 [at] gmail.com; os demais devem se dirigir à Secretaria do PPGDI, campus de Maruípe, em Vitória, das 7h30 às 12h30, ou se inscrever pelos Correios, na modalidade Sedex ou equivalente.

O Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas recomenda aos candidatos entrarem em contato com os professores do programa para obter informações a respeito das linhas de pesquisas e da disponibilidade de orientação.

Ensino, Educação Básica e Formação de Professores

O Programa de Pós-Graduação em Ensino, Educação Básica e Formação de Professores (PPGEEDUC) ofertará 13 vagas para seu curso de mestrado acadêmico. Os interessados deverão se inscrever até 18 de junho, por meio de formulário online.

As aulas do curso serão realizadas nos campus de Alegre e em Jerônimo Monteiro, nos períodos matutino, vespertino ou noturno, a critério de cada professor.

Informática

Até 30 de junho, prosseguem as inscrições para 23 vagas de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Informática (PPGI), do campus de Goiabeiras. O público-alvo da seleção são candidatos com graduação nas áreas afins às linhas de pesquisa do Programa.

Os interessados deverão se inscrever pelo e-mail ppgi [at] inf.ufes.br. Será avaliada a nota do candidato no Exame Nacional para Ingresso na Pós-Graduação em Computação (Poscomp) e o currículo lattes.

Biotecnologia

O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia ofertará três vagas para o curso de mestrado. O público-alvo são os egressos de curso superior em áreas afins à Biotecnologia. O período de inscrições é de 15 de junho a 1º de julho, pelo e-mail selecaobiotec [at] gmail.com.

As atividades do mestrado em Biotecnologia, com áreas de concentração Biotecnologia na Saúde e Biotecnologia no Agronegócio, serão realizadas no campus de Maruípe, mas o projeto do aluno poderá ser desenvolvido em outros locais, dependendo de cada orientador ou projeto de pesquisa. É necessária dedicação dos estudantes em tempo integral.

Física

O Programa de Pós-Graduação em Física (PPGFis), do campus de Goiabeiras, está com inscrições abertas, até 3 de julho, para sete vagas de mestrado e nove de doutorado. As duas seleções irão considerar o currículo do candidato e o resultado no Exame Unificado das Pós-Graduações em Física (EUF) ou em avaliações semelhantes, definidas nos respectivos editais.

Para a seleção do curso de mestrado, aqueles que apresentarem resultado em outras avaliações também deverão providenciar Carta de Aceite de docente do PPGFis.

As inscrições com a documentação exigida devem ser enviadas para o e-mail ppgfis.ufes [at] gmail.com. As inscrições para o EUF e para a PPGFis são independentes. Para mais informações sobre o Exame Unificado, clique aqui.

Economia (Mestrado 2020)

O Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGEco), do campus de Goiabeiras, divulgou processo seletivo para 16 vagas de seu curso de mestrado. O ingresso será no 1º semestre de 2020. A seleção será realizada por meio do Exame da Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia (Anpec), que receberá inscrições até 31 de julho. Para mais informações sobre o Anpec, clique aqui.

 

Texto: Nábila Corrêa
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: EditalMancheteAnexo:  edital_educacao_fisica_doutorado.pdf edital_ciencias_da_informacao_mestrado_aluno_especial.pdf edital_doencas_infecciosas_mestrado.pdf edital_doencas_infecciosas_doutorado_estrangeiros.pdf edital_doencas_infecciosas_doutorado_brasileiros.pdf edital_ensino_educacao_basica_e_formacao_de_professores_mestrado.pdf edital_informatica_mestrado.pdf edital_biotecnologia_mestrado.pdf edital_fisica_mestrado.pdf edital_fisica_doutorado_retificado.pdf edital_economia_mestrado.pdf

Mês de junho começa com duas estreias na programação do Cine Metrópolis

seg, 10/06/2019 - 11:15

Além da reexibição de A Costureira dos Sonhos, o Cine Metrópolis, no campus de Goiabeiras, apresenta duas estreias nacionais em sua programação. Beatriz (foto) e Histórias Estranhas são as novidades que entram em cartaz e serão exibidas entre os dias 6 e 12 de junho, em horários variados.

Os ingressos para os filmes podem ser adquiridos na bilheteria do cinema por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Estudantes da Ufes têm entrada gratuita.

Confira a programação completa.

Beatriz (16 anos)

Com Marjorie Estiano e Sérgio Guinzé no elenco, o longa de Alberto Graça retrata a relação de dependência da jovem advogada Beatriz, que se muda com o marido, o escritor Marcelo, para Lisboa com a intenção de ajudá-lo a escrever seu novo livro.

A história do livro gira em torno de ciúme e obsessão e, para ativar a veia criativa do marido, Beatriz se coloca em situações de risco para construir uma personagem feminina e opta por uma vida dupla que inclui drogas e relações sexuais extraconjugais com mulheres e homens desconhecidos.

Sessões: quinta-feira, 6, às 18h30; sexta-feira, 7, às 20h; sábado, 8, às 16h; domingo, 9, às 18h; segunda-feira, 10, às 20h; e quarta-feira, 12, às 20h.

 

Histórias Estranhas (16 anos)

Oito diretores de diferentes cidades do Brasil se reuniram para realizar o projeto Histórias Estranhas, idealizado e dirigido por Ricardo Ghiorzi. Trata-se de uma coletânea de contos que, em 75 minutos, apresenta ao público narrativas acerca de questões sobrenaturais, com assassinos, bruxas, demônios, mutantes e até um homem invisível.

Ninguém; A Mão; Mulher Ltda.; No Trovão, Na Chuva ou Na Tempestade; Os Enamorados; Invisível; Sete Minutos para a Meia-noite; e Apóstolos são as oito histórias que compõem o projeto.

Sessões: quinta-feira, 6, às 20h30; sexta-feira, 7, às 18h30; sábado, 8, às 18h; domingo, 9, às 16h30; segunda-feira, 10, às 18h30; e quarta-feira, 12, às 18h30.

A costureira de sonhos (10 anos)

Esse filme, roteirizado e dirigido por Rohena Gera, é a clássica história de patrão e empregada, agora sob o ponto de vista indiano. Em Mumbai, a jovem viúva Ratna trabalha como empregada doméstica na casa de Ashwin, um homem de família rica. Ambos falam línguas diferentes e usam o inglês como ponte.

Há um abismo entre os mundos dos dois que o público pode sentir pelos ritmos de vida de ambos: enquanto Ratna sempre surge apressada e com coisas na mão, Ashwin parece sempre despreocupado e pensativo, o que é mais acentuado por ele ter terminado seu casamento dias antes.

Com histórias de vida e classes sociais distintas, os dois passam a morar juntos e logo as diferenças são deixadas um pouco de lado, diante de sentimentos inesperados que surgem entre eles.

Sessões: quinta-feira, 6, às 16h; e sexta-feira, 7, às 16h.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: Manchete

Páginas

Transparência Pública
Acesso à informação
Facebook

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000